*

Solicite agora seu PRESENTE DIFERENTE Acrósticos e Poesias personalizados clique aqui com a comodidade e segurança

Pesquise no blog ou na Web

DÊ UM PRESENTE DIFERENTE









Dia dosPais, Dia das mães, Dia dos Namorados, natal, aniversário, páscoa, dia das crianças, chá de bebê, casamento, noivado, namoro, formatura, 1º gol no jogo de futebol com os amigos do trabalho (rs), o “fora” da mais gostosa da turma, saudade de alguém que partiu...   
 
Data para se presentear é apenas um detalhe. O que te leva a presentear uma pessoa é o que realmente faz a diferença.

Quem nunca se viu diante de uma situação onde quer dar um presente a alguém e não sabe o que dar?

Se você quiser eu posso te ajudar com bom gosto e originalidade.

Escolha seu tema, o nome da pessoa, sua frase...

Para maiores informações contandosentimentos@gmail.com


ou pelo celular      :11- 9195-4518 com Solange 


 Forma de Pagamento e Envio:


















 (envio por e-mail - sem moldura)







Logotipos de meios de pagamento do PagSeguro













                          

Veja abaixo alguns exemplos 










            




Saopaulinos












O cliente fez a arte final
  









Nise Palhares
3º lgar Ídolos 2010




Nasceu para brilhar
Incandescente como uma estrela
Suave como lençois de cetim
Especial porque ela é assim

Para nosso deleite
A voz rouca chega forte
Lambe nossos timpanos
Hoje não sei mais ficar sem sua
Afinação ,seu sorriso ,seu encanto
Recebo-te em minha vida com alegria
Esteja onde estiveres ,estarei contigo
Sempre, pois és única , a única , A NISE!

Solange Vilela - Set/2010







Solange / Sergio / Simone








S  ubir no palco ao seu lado e cantar!

É com certeza a

R ecordação mais

G ostosa que tenho

I  nesquecíveis madrugadas ao telefone

O uvindo sua voz que


*

D oava-me seus conselhos, sua palavra

A miga dizendo-me, Força! Não desista!

V iver não é fácil, se disseram que era

I nfelizmente te enganaram...

D á uma saudade de você meu amigo!


Parabéns, que Deus te ilumine sempre, te dê o alento todos os dias, pois bem sei que cada dia, é uma vitoria a ser conquistada.

Um grande beijo da tua poetisa preferida (rs)


Solange Vilela- Maio/2011






Otto Gaspatoro Jr.





O céu está em festa

T udo porque um filho ilustre faz aniversário!

T rouxe consigo uma estrela que brilha e não

O fusca seu próximo


*

G arante risos e descontração com sua desfaçatez

A   juda a quem pode, a quem não pode não atrapalha

S  abe o quanto é querido, mas nem sempre sabe o


P orque...

A ssim as sementes se espalham nesta esfera

R eunindo-se aos poucos como antes já acontecera

O universo encarrega-se disso com maestria

T razendo para perto de ti almas gêmeas, sem que

O  percebas...

*

J á é hora de cantar é pic é pic é pic
R egozije na alegria de viver!!!



Solange Vilela/Maio 2011










Dia Internacional da Mulher








C om a voz firme e feroz

I   ndignada e incrédula

D eixou em plenário seu protesto

I   rrefutável, inquestionável

N  ão deixando dúvidas que o

H  omem público está muito

A  quem do que nosso país necessita

*

C  orrupção e desonestidade

A  lcunham o político deste país

M ulher com dignidade eleita

P   elo povo, nossa voz que não se cala

nde se envergonha de se fazer o que se faz

S em medo, com propriedade e lucidez.


Por estas e outras, que muitas vezes eu passo algumas horas à frente da TV assistindo a TV Senado... rs




Solange Vilela/Março 2011









DR. DOCK - O COIOTE ® 

















 D edilhando um violão pela noite carioca em  
R é maior ou dó menor, em seu blog




D estilando o veneno ácido e fulgaz
O cre ou sulferino, para quem o ler
C  ausando espanto ou apenas provocando 
K  á entre nós, sempre que o leio fico refletindo!




O  saber ser,  sem querer... ou não


C  riando, originalmente falando
O  riundo de experiências humanas
I   nsolente, mas para isso tem que ser
O  bservador, não
emendo a opinião alheia
E xperimentando a verdadeira Liberdade de Expressão!



















FREDDIE MERCURY





19 ANOS  DE  SAUDADE
 







Photo/Marco Arndt

  







F onte inesgotável de criação



R ompendo barreiras



E stabelecendo novos conceitos



D ando asas a imaginação



D eliciando-se em pleno frenesi



I   sso era



E le, Farokh Bulsara seu nome de batismo



*




M ais que um cantor



E le é uma



R eferência



C ultuado, venerado



U nico como qualquer ser  



R aro como um diamante ... são 19



Y  ears de saudade!



Solange Vilela - nov/2010





Há 19 anos o mundo da música perdia uma das vozes mais potentes e conhecidas do Rock na Roll. Aos 45 anos de idade o cantor Freddie Mercury, fundador da banda britânica Queen, morria devido a um 'simples' resfriado...  leia mais






Ayrton   Senna

















A sfalto seco ou molhado



Y es, ele era o melhor!



R ápido, ávido, colosso



T ímido, doce, parecia triste



O u seria inconformado com o que via?



N unca saberemos, mas nunca esqueceremos também



*




S erá sempre uma referência



E também uma pergunta sem resposta



N o que vamos acreditar agora?



N inguém consegue parar o país



A frente de uma TV como ele fazia




*


D omingo sem Ayrton ficou sem graça



O Faustão se esforça, mas coitado não consegue


*




B eco, Becão assim os mais chegados o chamavam



R indo parecia um menino



A barba por fazer lembrava um cavaleiro medieval



S emblante sério dentro do capacete, apenas os olhos



I luminados a vista ,olhando o infinito, pensando na



L argada que estava por vir, e na vitória que levava dentro de si 



Solange Vilela nov/10







Homenagem à Paulo Autran 

















                    Foto Kiko Coelho





P enso que ainda o vejo
A li no palco a falar com
U m compasso de voz que era só seu
L ânguido quando tinha que ser
O stentador quando assim precisasse parecer


A inda que rude, terno...
U nico avarento apaixonante
T rágico, inebriante
R egateiro mas intolerante
Á vido sem ser arrogante
N em que o tempo passe, sua falta não passará!





Solange Vilela - Nov/2010






Homenagem à Lucio Mauro e filhos

















LUCIO MAURO e seus filhos




Lucio Mauro Filho, Alexandre e Luly




espetáculo Lucio Mauro 80-30 que estreiou 2008. 





L  egado lhe foi pelo universo



U  m talento incontestável de dizer



C  oisas e causos, dor ou sentimento



I  nusitados e sobressaltos de risos à lágrimas



O riundos ou divagados







M agistral apresentação



A os 80 anos de idade



U nido aos filhos



R efestelados de



O rgulho e admiração!



Solange Vilela - Nov /2010












                 Fábio Pessoa



                            Empresário e Músico







F alsete mágico no preto e branco que remete



A trilha sonora que transcende os acordes da alma 



B umbo que bate forte, compassado no



nquietante prato que estremece a reluzir



O fuscando o tilintar das baquetas



*



P oderia ser assim, não fosse você



E ssa “pessoa”  que tudo manejou ?



S er assim, é ser você



S em precisar compreender, apenas ter



O reconhecimento que aproxima



A amizade que se completa e que hoje se reafirma !





Solange Vilela - Out/2010










Estátuas Vivas no
Viaduto do Chá - SP 





Estátua Viva - Vd. Chá -SP- 13/11/2010











 E les estão por toda parte



S abendo que muitos nem os notam



T entam chamar atenção sem se mover



Á penas para quem os vir, pois misturam-se a paisagem  



T oca-los não é preciso, pois é como se 



U m sopro divino os



A cordassem e de repente mãos 



S obem e descem, encantam




*



V alseiam e o olhar



I  nerte para uns e fulminante para outros



V agueia pela multidão que 



A s vezes é de um só expectador tão



S olitário quanto o ator








Solange Vilela – nov/2010





Estátua Viva - Vd. Chá -SP-  13/11/2010

 






Estátua Viva - Vd. Chá -SP-  13/11/2010











Oswaldo Montenegro



















O ouvindo o compasso  



S  ilêncio metafórico se faz



W onderful !



A ssim é o poeta



L adeado de amor



D or, saudade



O nde esperança se faz presente






*




M esmo que não pareça



O coração espera



T anto que se torne insano



E esperar



N o coração do poeta



E  esperar é acreditar que



G anhasse e nunca perdesse



R ico é aquele que assim pode



O lhar a vida!




Solange Vilela  - nov/2010







GESIO AMADEU





DIA DA CONSCIÊNCIA NEGRA

















G ente, brava gente



E rgue-se e triunfa



S orriso de menino



I ntimamente tímido



O nde o encontrares







A ssim o perceberás



M ais que uma estrela dos palcos



A li verás uma estrela em forma de gente



D elicado, gentil, meigo



E por assim o ser dedico-lhe



U m carinho especial no dia de hoje







U m dia de consciência negra



M as que seja um dia para



A lcançarmos a igualdade de fato







E que a hipocrisia



S eja banida ou pelo menos 



T enha seus dias contados, posto que o



R espeito não precisa de dia



E special para ser



L embrado, praticado, ele deve existir naturalmente


A ssim como o ar que respiramos e nos é vital

Solange Vilela – nov/ 2010









SÃO PAULO COMPANHIA DE DANÇA 





Paula Penachio e Norton Fantinel em Theme and Variation



Reprodução foto de João Caldas













 S entei-me a primeira fila



A guardei o início do espetáculo



O meu primeiro espetáculo de ballet clássico




*


P ensei: será que vou gostar?



A arte corre em minhas veias sim, mas



U m desconhecido é sempre um desconhecido



L ogo abriram-se as cortinas



O arrepio inicial tomou meu corpo




*


C laro! Era o palco a me cumprimentar!



O primeiro ato estava ali diante de meus olhos



M as falta olhos disse-me minha companheira!



P ara ela também era seu debutar



A companhamos cada movimento



N ao queríamos perder nada, tudo estava ali



H avia sentido para cada mãos e pernas que



I nclinavam-se , esticavam- se, tocavam- se



A cariciavam-se, entrelaçavam-se, ah que maravilha!




*


D iante de nós o sorriso de cada integrante



E spontâneo e contagiante, até o instante


*




D erradeiro que nunca mais esquecerei em minha vida



A cena que ai sim cobriu meu corpo num arrepio inexplicável



N o momento de uma seqüência de três giros, onde



C aprichosamente o suor do bailarino solista parou no



A r, como se cada gota esperasse as demais para juntas caírem ao chão!




Bravo! Bravíssimo!    



Solange Vilela – nov/2010









Nise Palhares
3 º Lugar
Programa Ídolos 2010

















N asceu para brilhar 


ncandescente como uma estrela 


S uave como lençois de cetim


E special porque ela é assim






P ara nosso deleite 


A voz rouca chega forte


L ambe nossos timpanos


H oje não sei mais ficar sem sua 


A finação ,seu sorriso ,seu encanto 


R ecebo-te em minha vida com alegria 


E steja onde estiveres ,estarei contigo


S empre, pois és única , a única , A NISE!


Solange Vilela  Ago/2010











































































Um comentário:

  1. Deus realmente só precisa abrir as portas pois o dom já te deu...não desista sua arte é simplesmente linda, PARABÉNS!!bj(Paula)

    ResponderExcluir